Contratação temporária

Ao Invés de Realizar Concurso Público – IPEM opta por terceirização de mão de obra. Despesa é estimada em R$ 2.984.758,28

O Jaula Cursos teve acesso com exclusividade ao Termo de Referência 0006.2021.CPL.PE.0001.IPEM-PE (Processo Licitatório). O documento trata da contratação de mão de obra terceirizada para prestação de serviços junto ao Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco – IPEM. A contratação irá ocorrer mediante processo licitatório e será conduzida pelo pregoeiro LUIZ EDUARDO SOARES DA SILVA.

Segundo justificativa (ver página 12, item 2.1 do anexo) :

” O presente procedimento licitatório justifica-se pela necessidade de garantir ao IPEM/PE as condições necessárias ao desempenho das suas atribuições institucionais, especialmente no que diz respeito ao desempenho das atividades meio, tendo em vista que ao longo dos anos o IPEM/PE vem sofrendo com o contingenciamento de gastos e restrições à realização de concursos públicos, tendo em contrapartida um aumento considerável de demanda de trabalhos da atividade finalística, decorrente dos compromissos assumidos no planejamento estabelecido pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e
Tecnologia – INMETRO”

A empresa contratada irá prestar serviço no porto de Suape, Caruaru e Petrolina.

Vale frisar que o último concurso do IPEM ocorreu em 2013, com oferta de 50 vagas – sendo o concurso conduzido pela banca IPAD. Segundo relatório (ver página 12, item 2.3), não existe previsão para realização de novo concurso no IPEM. A justificativa é que as funções ofertadas no termo de referência não constam no quadro funcional de efetivos e comissionados. A contratação será de 51 profissionais.

Doravante, o que chamou a atenção foi a atividade-fim dos futuros terceirizados. Os novos funcionários (ver página 13/14 do anexo) irão tratar de documentos variados, preparar relatórios e planilhas, operacionalizar dados nos sistemas e atender demandas dos setores Administrativo, Jurídico, Financeiro, Técnico e de Tecnologia da Informação.

A eventual terceirização de mão de obra é objeto de questionamento pela natureza da atividade que será desempenhada. Além disso, existe determinação por parte do TCE (processo 18100101-9) para que a Autarquia execute concurso público. Segundo auditória do TCE, verifica-se um esvaziamento do quadro de servidores efetivos o que tem comprometido o desempenho do órgão.

Posts relacionados
Contratação temporária

Governo de Pernambuco abre seleção para Professores (PRONATEC). Até R$ 3.900,00

Oferta de 46 vagas no âmbito da Secretaria de Educação e Esportes, na Educação Profissional no…
Leia mais
Contratação temporária

Prefeito de Cachoeirinha PE autoriza seleção simplificada para Secretaria de Saúde

O prefeito do Município de Cachoeirinha, IVALDO DE ALMEIDA , publicou no diário oficial (anexo…
Leia mais
Contratação temporária

Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns abre seleção para professores: Arquitetura e Engenharia

Na íntegra: AESGA – AUTARQUIA DO ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS EDITAL DE ABERTURA…
Leia mais
Newsletter
Seja um Concurseiro

Inscreva-se na nossa newsletter e obtenha o melhor conteúdo sobre concursos de Pernambuco, feito sob medida para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda?