contratações ilegais

Prefeitura de Paudalho PE tem prazo de 180 dias para realizar concurso, determina TCE-PE

O Tribunal de Contas de Pernambuco voltou a autuar a prefeitura de Paudalho em virtude da realização de contratações ilegais de pessoal. Em fevereiro desse ano de 2022, o prefeito responsável pelo exercício 2020 foi multado. Importante destacar que o prefeito Marcelo Gouveia chegou a assinar portaria, em outubro de 2021, nomeado comissão para realizar concurso público – o processo no entanto não vingou.

O determinação dessa vez se refere a contratações realizadas no ano de 2021 – no exercício do prefeito CARLOS PINHEIRO CAMPOS GOUVEIA (processo TC 2158894-6 ). A auditoria do TCE apontou centenas de contratações ilegais e consequente determinação para realização de concurso. O conselheiro relator é o Exc MARCOS FLÁVIO. O certame deve ocorrer em 180 dias. Em 60 dias o prefeito deve afastar o servidores contratados ilegalmente.

Anexo o anexo, pág 4 e confira: DiarioOficial_202205_tcepe_diariooficial_20220509

Posts relacionados
contratações ilegais

TCE-PE questiona Câmara de Vereadores do Recife por eventual burla a regra do concurso público

O Tribunal de Contas de Pernambuco, TCE-PE, analisou pedido de medida cautelar para suspender…
Leia mais
contratações ilegais

Prefeitura de João Alfredo PE completa 14 anos sem realizar concurso

Na auditoria das 859 contratações ilegais realizadas no exercício 2021 pela prefeitura de João…
Leia mais
contratações ilegais

TCE identifica 859 contratações ilegais na Prefeitura de João Alfredo (exercício 2021)

O Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) auditou julgou no último dia 28/07 as contratações de…
Leia mais
Newsletter
Seja um Concurseiro

Inscreva-se na nossa newsletter e obtenha o melhor conteúdo sobre concursos de Pernambuco, feito sob medida para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda?