Irregularidades

MPPE recebe denúncia de que sócio da banca IESP tinha 6 anos quando a empresa foi fundada – e complica concurso da Câmara de Altinho PE

O MPPE recebeu denúncia de que o sócio-presidente da banca IESP, Sr. Marcos Welbert de Jesus Santos, tinha 6 anos quando a banca foi fundada e que a empresa atuaria de modo irregular. A denúncia é acompanhada de outros pontos, a saber:

  • 1) ausência, no site da Câmara, do procedimento licitatório para a escolha da empresa contratada;
  • 2) o IESP (Instituto de Educação e Saúde Pública) responsável pelo concurso público, está sediado no Estado da Bahia e as testemunhas do contrato celebrado entre a Câmara e o instituto são todas baianas;
  • 3) o Sr. Marcos José Costa Barreto, candidato ao cargo de procurador da Câmara Municipal, possivelmente é ex-policial militar baiano e foi aprovado no respectivo concurso público tendo efetuado duas inscrições;
  • 5) o segundo colocado para o cargo de procurador, Sr. Cristiano Gustavo de Andrade, já fez parte da Comissão de Licitação do Município

O concurso da Câmara de Altinho tem sido alvo de ações da Justiça e foi anulado pelo atual presidente da casa, após mudança de Gestão. Fala-se em irregularidades. Entre essas, cita-se:

– Homologação realizada em 07/12/2020:
– Convocação dos candidatos aprovados (Edital Amupe 10/12/2020)
– Ausência de envio da homologação ao TCE;
– Ausência de vagas para deficientes no edital de abertura do certame;
– Aumento das despesas obrigatórias de caráter continuado;
– Inexistência de Relatório do Impacto Financeiro no exercício em vigor e nos dois subsequentes, contrariando as disposições contidas na LRF;
– Convocação de aprovados para o cargo de  auxiliar de serviços administrativos em quantidade superior às vagas ofertadas no Edital e existentes no Quadro de Servidores da Câmara;
– Descumprimento das regras estabelecidas na Lei Complementar nº 173/20, que estabeleceu restrições de despesas enquanto perdurar o Estado de Calamidade dos Entes Federativos decorrentes da Pandemia Mundial.

Além disso, cita-se a omissão da comissão especial de acompanhamento do concurso, que em depoimento declarou desconhecer o andamento do certame, estando omissa nas etapas de fiscalização.

O concurso da Câmara de Altinho foi realizado em 2020. Atualmente a banca IESP executa o concurso da Secretaria de Saúde de Belém de Maria, que avança de modo discreto e sem repercussão.

No diário oficial do MPPE de 19/05 tem mais informações. Acesse: Diario Oficial Eletrnico MPPE 19.05.2022 Edicao 997 1 (1)

Posts relacionados
Irregularidades

Após resistir, MPPE enquadra prefeito de Palmares para que pague o piso nacional dos professores

O promotor de Justiça do Município de Palmares, João Paulo Carvalho dos Santos, instaurou…
Leia mais
Irregularidades

Prefeito de Ibimirim PE é multado em R$ 9.113,00 por contratações irregulares no município

O prefeito do município de Ibimirim PE, José Adauto da Silva, foi multado no valor de R$ 9.113,00…
Leia mais
Irregularidades

MPPE instaura inquérito para investigar GRE Sertão do Pajeú por omissão no atendimento a estudantes PCD

O Ministério Público de Pernambuco abriu procedimento administrativo (PORTARIA 01561.000.030/2022)…
Leia mais
Newsletter
Seja um Concurseiro

Inscreva-se na nossa newsletter e obtenha o melhor conteúdo sobre concursos de Pernambuco, feito sob medida para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda?